COMPARTILHAR

O Buldogue inglês é um cachorro muito fofo e carismático, apesar das feições de rabugento. Sua origem é incerta, mas seus primeiros registros surgiram na Inglaterra, por isso ele é considerado um cão inglês. Os Buldogues eram utilizados, no século XVIII, em combates cruéis envolvendo touros, e posteriormente combates com outros cães, daí o nome – Bull (de touro) + dog (de cachorro).

Esses combates surgiram na Inglaterra e eram considerados como esporte, com o nome de Bull-Baiting. Felizmente, a disputa entre cachorros e touros foi proibida, e os buldogues passaram a lutar entre eles e outros cães, mas essas lutas também foram proibidas logo em seguida.

Após essas vedações, o Buldogue passou a ser um adorável cão de companhia. No início, possuíam um porte físico diferente do que é visto hoje, eram semelhantes à raça Boxer. Posteriormente, O Buldogue foi cruzado com outras raças até chegar ao padrão que possui hoje.

O único aspecto físico que mantém em comum com a época das brigas com touros é sua mandíbula, cuja arcada debaixo é maior que a de cima. A raça quase foi extinta, mas admiradores salvaram esses lindos cães por meio da seleção de baixa ferocidade e de traços físicos. O Buldogue então se tornou um cachorro muito amável, doce, diferente do que muitas pessoas imaginam, hoje ele é um cão de companhia muito popular.

Características Físicas

O Buldogue Inglês possui características únicas, com uma aparência bem engraçada e inconfundível. São cães baixinhos, porém largos, com a cabeça larga e peso que pode chegar a 25 kg. Por causa desse porte fisco, eles possuem dificuldades para se reproduzir – a maioria do parto das fêmeas é feita por cesariana, já que o parto normal é praticamente inviável devido às características físicas delas.

Sua pelagem é curta, lisa e fina. As cores são sempre sólidas e vão do vermelho, fulvo, rajado, branco ou combinação de branco com essas cores. Eles possuem focinho curto e achatado, e por isso tendem a ter dificuldades de respiração e se cansar facilmente durante passeios.

Personalidade

O Buldogue é um cãozinho super afetuoso, apegado aos donos e se dá super bem com crianças. Os cães dessa raça são sociáveis, latem pouco e não possuem traço de agressividade. São brincalhões e simpáticos até mesmo com pessoas estranhas.

Eles amam receber atenção e muito carinho de seus donos, e brincar com as crianças da casa. São muito companheiros, fiéis e até um pouco possessivos com seus donos. Além de todas as suas qualidades, o Buldogue possui excelentes habilidades como cão de guarda.

O Buldogue inglês necessita da companhia dos donos, portanto se você passa a maior parte do tempo fora de casa ou viaja demais, é melhor não ter esse cãozinho, pois não é um cachorro que suporta bem a solidão. Além disso, é necessário ter paciência para adestrá-lo, pois costuma ser teimoso.

O Buldogue pode conviver com outros animais de estimação tranquilamente, mas alguns cães dessa raça podem demonstrar um comportamento agressivo com cachorros estranhos. É necessário haver uma socialização precoce.

Buldogues são muito brincalhões, principalmente em seus primeiros anos de vida, possuem muita energia para brincadeiras. É um excelente cachorro para ser criado em apartamento, pois não necessita de tanto espaço para viver bem.

Problemas de saúde comuns

Os cães dessa raça costumam ser mais sensíveis a alguns problemas de saúde, não é à toa que sua expectativa de vida é mais baixa do que a dos outros cães – entre 8 e 10 anos de idade.

Os problemas de saúde mais comuns são dermatites (por causa das ruguinhas), assaduras, problemas respiratórios (já que o buldogue é braquicefálico) e colapso cardiopulmonar (que ocorre principalmente quando são submetidos a temperaturas muito elevadas).

Eles não se adaptam bem a mudanças climáticas, por isso precisam viver em locais arejados e frescos. A obesidade é outro problema que pode atingi-los, é importante estar atento à sua alimentação, nunca dar comida em quantidades muito elevadas, e sempre levá-los para passear.

O surgimento de assaduras e dermatites é muito comum, e costumam aparecer quando suas dobrinhas não são limpas corretamente, ou quando os donos dão banho e não secam corretamente os pelos desse cão.

Como cuidar

O Buldogue inglês necessita de cuidados importantes, principalmente por causa de suas características físicas que não são favoráveis. Como têm tendência à obesidade, eles precisam de passeios diários, mas não pense que esses passeios podem ser muito longos. São passeios curtos, já que eles têm dificuldade para respirar e cansam rápido.

Nunca deixe seu buldogue caminhar por muito tempo em períodos de muito calor, eles não toleram o calor excessivo. Horários onde o sol está mais forte não são recomendados para levá-los para passear, e é preciso levar água fresca e procurar locais com sombra para que descansem durante os passeios.

As dobrinhas devem ser limpas, principalmente perto do focinho e pescoço, pois se não forem higienizadas corretamente ou deixadas úmidas, a tendência é o surgimento de dermatites e assaduras. Essa limpeza pode ser feita com água e sabão neutro. Um ou dois banhos por mês já são suficientes para os cães dessa raça, mas não se esqueça de secar o seu Buldogue muito bem após o banho.

A pelagem desse cão é lisa, fina, e curta, portanto, é muito é fácil de cuidar – com escovações de 2 a 3 vezes por semana. Quanto ao espaço, o Buldogue pode ser criado em apartamentos e casas pequenas tranquilamente, pois ele não necessita de muito espaço.

Preço

O Buldogue Inglês não é nada barato. O preço de um cão dessa raça varia entre R$ 2.500,00 a R$ 5.000,00, dependendo de sua linhagem, entre outros fatores.

Dúvidas Frequentes

Qual é o certo: Bulldog ou Buldogue?

Ambas palavras estão corretas. Bulldog é a forma de escrever em inglês, enquanto a palavra Buldogue é a maneira de escrever em português (buldogue inglês, buldogue francês).

Buldogue ronca muito?

Por serem braquicefálicos (cães com focinho achatado) eles roncam muito e respiram de forma barulhenta e ofegante.

Buldogues podem ser criados em apartamentos?

Podem sim. São excelentes cães para a criação em apartamentos.

Eles são agressivos?

Não apresentam traço de agressividade com as pessoas e costumam ser muito amáveis, porém, podem apresentar agressividade com outros cães, se não forem socializados desde cedo.

Soltam muito pelo?

Sim. Mas isso pode ser amenizado, escovando seu cão para retirar os pelos mortos e alimentando-o de forma correta, pois a alimentação de má qualidade agrava a queda dos pelos.

Comentários

Comentário

COMPARTILHAR