COMPARTILHAR

Desde sua domesticação, os cães e os seres humanos têm estabelecido uma parceria de trabalho eficaz. Os cães têm ajudado os seres humanos em tantas tarefas que, ao longo do tempo, eles têm se tornado mais do que um simples auxílio. Vemos os cães como parceiros de homens em corajosas missões de resgate, proezas de busca e salvamento, avalanches e trilhas, escombros ou resgates marítimos.

Os Poodles, por exemplo, eram originalmente recuperadores de aves aquáticas. Na Idade Média, eles também eram cães de falcoaria, responsáveis pela recuperação de patos ou perdizes, as quais o falcão peregrino era treinado para capturar. A destreza desses cães também era usada para recuperar as flechas de caçadores que haviam perdido a presa. Por isso, essa raça ficou famosa em muitos espetáculos de circo e música. Os Poodles continuam sendo excelentes cães “trufeiros”, com a missão de utilizar seu excelente olfato para descobrir trufas debaixo da terra.

Hoje em dia, alguns Poodles são utilizados por autoridades aduaneiras (alfandegárias) ou serviços de fronteira para farejar drogas. Eles não só ajudam os deficientes auditivos, mas também são cães de apoio para deficientes e assistentes terapêuticos para crianças autistas ou idosos. Em estreito contato com seus donos, cães como os Poodles podem ser adestrados a alertá-los de um ataque epiléptico iminente e alguns também são adestrados para detectar câncer.

Independentemente da raça, as capacidades olfativas excepcionais do cão continuam demonstrando sua utilidade para, por exemplo, procurar depósitos de níquel e cobre, buscar por larvas de parasitas, encontrar cobras e muito mais.

Comentários

Comentário