COMPARTILHAR

Seu filhote acabou de deixar para trás tudo o que lhe era familiar – sua mãe, irmãos e irmãs da mesma ninhada, além do ambiente onde nasceu. Você deve dar as boas-vindas ao seu filhote de forma tranquila e delicada, para que ele não fique assustado.

Acomode-o em um lugar calmo e deixe-o explorar o restante de sua nova casa livremente com o passar dos dias.

As necessidades básicas do filhote são simples:

•  Muitas horas para dormir, sem ser perturbado. Escolha uma cama confortável, fácil de limpar e resistente, colocando-a em uma área tranquila.
•  Água limpa e fresca à vontade.
•  Refeições regulares e frequentes com a ração de filhote no mesmo lugar e no mesmo horário todos os dias. Isso ajudará a estabelecer uma rotina que garantirá que as necessidades do filhote sejam supridas.

Uma boa dica é manter ao máximo a rotina do filhote nos primeiros dias, utilizando, inclusive, a dieta que ele recebia. Você até pode pedir ao criador para lhe fornecer uma pequena quantidade da ração de seu filhote. Evidentemente, assim que os primeiros dias passarem e seu filhote estiver acomodado.

Durante esses primeiros dias, brinque com seu filhote frequentemente para acalmá-lo, mas mantenha sessões lúdicas breves, com brinquedos apropriados. Importante que você saiba que se você deixá-lo brincar com seus chinelos ou mordiscar seus dedos agora, por exemplo, ele não saberá que esses comportamentos não serão permitidos mais tarde.

Não leve seu filhote para passear ou se encontrar com outros cães até que ele tenha recebido todo o esquema de vacinação inicial. Se você não souber o que é seguro para seu filhote não vacinado, fale com seu veterinário em busca de orientação.

Se você já tiver outro animal de estimação, introduza-o ao novo filhote com cuidado, em um espaço neutro em sua casa. Mantenha os cães e o filhote na coleira inicialmente e recompense o cão mais velho com muitos elogios, finalizando o encontro com uma observação calma e positiva se você achar que as coisas podem ficar um pouco turbulentas.

Se você for introduzir seu filhote junto ao gato da família, mantenha o filhote preso inicialmente e faça com que o gato se sinta confortável na presença dele antes de permitir o contato frontal. Tenha certeza de que seu gato possua lugar seguro para se retirar se ele não quiser a atenção do cão.

É improvável que o adestramento das necessidades básicas (evacuação e micção) seja aprendida nas primeiras semanas. No momento, a melhor coisa a se fazer é levar seu filhote com frequência até uma área externa da casa se ele ainda não for vacinado ou à rua se for vacinado, particularmente quando ele acordar e depois das refeições. Parabenize-o quando ele fizer as necessidades fora de casa. Se acontecer algum “acidente” dentro de casa, não o reprenda, mas tente prever a necessidade de seu filhote para sair da próxima vez.

Tendo gasto suas primeiras semanas de vida rodeado por seus irmãos, irmãs e mãe, seu filhote também terá de aprender como viver sozinho. Isso é importante, pois significa que você será capaz de deixá-lo sozinho por algumas horas e ele ficará satisfeito em dormir sozinho em sua própria cama durante a noite. Desde o início, certifique-se de acostumá-lo a ficar sozinho por breves períodos e, depois, aumente gradativamente o período de tempo que você gasta distante de seu filhote, para que ele aprenda que não há o que temer em ficar sozinho e que você voltará.

Se seu filhote chorar à noite não se desespere, apenas acalme-o, mas sendo firme e não o retire do local onde ele terá que dormir, logo seu filhote aprenderá a dormir sozinho com tranquilidade.

Até a nossa próxima dica

Comentários

Comentário