Primeiros socorros quando o assunto é envenenamento de cachorros

236

Infelizmente, o envenenamento de cachorros é um problema corriqueiro que – embora nunca aconteça com muitos donos – é responsável por uma quantidade incontáveis de acidentes com cães ao redor de todo o mundo.

Os cachorros são suscetíveis ao envenenamento por muito mais produtos e elementos do que os humanos, e isso os torna vulneráveis de diversas formas, que muitas vezes nem mesmo percebemos: alimentos, plantas, produtos químicos, objetos…

Embora possa ser uma situação desesperadora, é importante que você saiba o que fazer quando presenciar uma situação de envenenamento de cachorros. Por isso, o primeiro passo é ter calma: é essencial agir da forma mais rápida possível, mas fazer as coisas de maneira apressada certamente irá interferir na hora de auxilia seu cão.

Leia atentamente as instruções a seguir e saiba o que fazer em casos de envenenamento de cachorros:

Pegue amostras do veneno

Se possível (é normal que você não saiba onde o cão consumiu os componentes tóxicos), reserve um tempo suficiente para – com calma – pegar exemplos do material venenoso que seu cão ingeriu, e guarde-o para levar para a veterinária.

Alguns especialistas recomendam que – se seu cão vomitar, pode ser uma boa ideia recolher um pouco do vômito em um saco fechado, com o mesmo propósito de facilitar a descoberta da equipe veterinária que cuidará da questão.

Vá à veterinária, ou chame o Centro de Controle de Zoonoses

É comum que o envenenamento de cachorros gere convulsões, perda de consciência e, até mesmo, dificuldades motoras na respiração. Nestes casos, é importante levar o cão imediatamente à veterinária. Casos menos graves podem ser menos urgentes, mas é importante que não se passe muito tempo para que o cão receba auxílio.




Se você não sabe onde o animal foi envenenado, é importante ligar, também, para o Centro de Controle de Zoonoses de sua cidade e relatar o ocorrido. Há, também, serviços de emergência para cães, que permitem que você peça ajuda sem a necessidade de transportar o animal (consulte esta disponibilidade em sua cidade).

Tenha um kit de primeiros socorros disponível

Nunca é demais ter um kit de primeiros socorros à disposição em caso de envenenamento de cachorros, pois o auxílio pode vir por telefone, e a disposição deste material pode ser essencial na agilidade para lidar com o cão.

Um bom kit de primeiros socorros para cachorro deve conter:

Uma garrafa de peróxido de hidrogênio dentro do prazo de validade, a 3% USP (para induzir o vômito do animal);

Uma seringa de tamanho médio ou grande (para administrar a dose do peróxido de hidrogênio);

Solução salina para o olho;

Lágrimas artificiais em gel (para lubrificar os olhos, se necessário mexer neles);

Detergente líquido especial para cortes, para limpar o local da contaminação;

Uma pinça de qualidade;

Uma focinheira, para evitar que o cão morda você em uma situação de pânico;

Uma lata de comida para cães;

Nunca utilize o material do seu kit sem estar sendo guiado por um especialista. Ter estes produtos à disposição serve para que você siga as ordens dos profissionais.

Se você enxergar seu cão comendo algo potencialmente tóxico, procure por ajuda veterinária o quanto antes, mesmo que seu cão não pareça doente, pois os sintomas podem aparecer apenas algum tempo depois da contaminação.

Via Omelhoramigo

Comentários
Carregando...